(11) 2500-0123 | (11) 94150-1718 ragomes@uol.com.br

Cistos Renais

Existem vários tipos de doenças císticas dos rins. As principais são:

A doença renal policística, cujo nome científico é Doença Renal Policística Autossômica Dominante, é uma patologia provocada por alteração genética e que se transmite de maneira hereditária, caracterizada pela formação de muitos cistos em ambos os rins. Eles vão gradativamente ocupando os rins, levando a perda progressiva da função, até que o paciente precise fazer diálise ou transplante.

No início, como em outras causas da DRC, ela é assintomática. Na fase avançada, os principais sinais e sintomas são: dores nos rins (sensação de peso), devido ao crescimento dos cistos e aumento do volume renal; eventualmente sangue na urina; aumento do volume da barriga, etc.

Se você tem doença renal policística ou caso dessa doença na família, fique atento e consulte regularmente o seu médico nefrologista.

Outro tipo de lesão cística bastante comum são os chamados cistos renais simples, que surgem na região do córtex renal. Eles podem surgir nas pessoas em diferentes idades, porém, quanto maior a idade maior a sua incidência. Segundo estudos, acima de 30 anos a prevalência de cistos é de 6 a 10%, chegando a 39% acima de 70 anos.

Os cistos simples apresentam borda bem definida, conteúdo líquido claro e homogêneo,  como se fossem bolhas e são, na maioria das vezes, assintomáticos. Os cistos maiores, porém, podem causar dor lombar e sangramentos microscópicos na urina. Eles não afetam a função renal.

Os cistos chamados complexos podem apresentar septações, calcificações e pequenas partes sólidas, aumentando a probabilidade de serem lesões malignas.

O diagnóstico é feito com exames de imagem, como ultrassonografia ou tomografia, que vão permitir um estadiamento da lesão, sugerindo ou não um quadro de malignidade.

Portadores de doenças císticas nos rins devem fazer avaliações periódicas com o médico nefrologista, que vai estabelecer o diagnóstico e a conduta mais adequada para cada caso.

 

Entre em Contato

VOCÊ TEM DÚVIDAS SOBRE NEFROLOGIA? FALE CONOSCO AGORA.